TOP 10 NRFACIL 2014

TOP 10 NRFACIL 2014

Veja quais foram os 10 artigos mais acessados e curtidos no Facebook do site em 2014!   TAGS: O REMISSIVO DAS NRS EM TABLETS E CELULARES, PVE - PONTOS DE VERIFICAÇÃO ERGONÔMICA E AS NRS, OS CARD - ORDEM DE SERVIÇO EM SEGURANÇA...

Leia mais

(NRs, 1, 2, 3 e 28) QUANDO FALHAM OS CONTROLES DE RISCOS

(NRs, 1, 2, 3 e 28) QUANDO FALHAM OS CONTROLES DE RISCOS

A primeira situação relacionava-se ao embargo e interdição de três obras de construção civil para a Copa de 2014 em Cuiabá, cujas empresas já haviam sido notificadas e não cumpriram normas de segurança. Ou seja, embora não tenha havido qualquer...

Leia mais

(NR-28) COMO LIDAR COM UMA AUDITORIA FISCAL DO TRABALHO

(NR-28) COMO LIDAR COM UMA AUDITORIA FISCAL DO TRABALHO

Abordaremos um dos assuntos mais importantes para uma boa argumentação em relação ao investimento em segurança do trabalho: o custo fiscal pelo descumprimento de NRs. Este descumprimento atualmente é denominado “inconformidade”. O software NRFACIL disponibiliza uma ferramenta para calcular possíveis...

Leia mais

(NR-28) CUSTOS FISCAIS EM SST: ÚLTIMAS NOTÍCIAS

(NR-28) CUSTOS FISCAIS EM SST: ÚLTIMAS NOTÍCIAS

A Justiça italiana condenou na segunda-feira 13 o bilionário suíço Stephan Schmidheiny e o barão belga Louis de Cartier de Marchienne a 16 anos de prisão. Os fundadores da empresa Eternit responderam por omissão intencional de cautelas e desastre ambiental...

Leia mais

ACIDENTE DE TRABALHO, POLÍCIA E PERÍCIA-2

ACIDENTE DE TRABALHO, POLÍCIA E PERÍCIA-2

No post anterior comentamos sobre a progressiva repercussão social de acidentes de trabalho, a ponto de demandar ideias como a implantação de uma Polícia especializada em acidentes de trabalho. Referimos os leitores para os comentários no site NRFACIL de dois especialistas que...

Leia mais

ACIDENTE DE TRABALHO, POLICIA E PERÍCIA

ACIDENTE DE TRABALHO, POLICIA E PERÍCIA

Os grandes acidentes com mortes de trabalhadores e perdas patrimoniais estão experimentando cada vez mais uma maior visibilidade pública. O resultado é que não só a comunidade SST mas a população em geral vai tomando progressivamente mais informação e consciência...

Leia mais

(NRs 03, 10 e 30) RISCOS, ACIDENTES E INTERDIÇÃO EM PLATAFORMAS: O CASO DA PETROBRÁS

(NRs 03, 10 e 30) RISCOS, ACIDENTES E INTERDIÇÃO EM PLATAFORMAS: O CASO DA PETROBRÁS

O trabalho em plataformas representa um paradigma do tipo de  trabalho em atividades industriais que vai se tornando cada vez mais comum neste início de Século, envolvendo variáveis particulares: complexidade (máquinas sob sistemas informatizados), continuidade (turno de 24 horas), coletividade...

Leia mais

LIÇÕES DE UM ACIDENTE NO PRIMEIRO DIA DE TRABALHO

LIÇÕES DE UM ACIDENTE NO PRIMEIRO DIA DE TRABALHO

Treinamento e supervisão inadequada de dois jovens trabalhadores no seu primeiro dia de trabalho causaram sérias lesões e poderiam tê-los matado. A empresa (de galvanizados) e o seu Diretor foram considerados culpados e receberam uma multa de 200 mil reais por...

Leia mais

NOVO CALCULO DO FAP: PERSPECTIVAS DE MUDANÇAS NA CULTURA DE SEGURANÇA NO BRASIL

NOVO CALCULO DO FAP: PERSPECTIVAS DE MUDANÇAS NA CULTURA DE SEGURANÇA NO BRASIL

A Previdência Social institui as chamadas “Ações Regressivas”, com o objetivo de ir buscar o prejuízo através de demandas judiciais contra empresas cuja negligência com as medidas de segurança estabelecia um claro nexo causal com o acidente ou a doença....

Leia mais

VAI AUMENTAR O CUSTO FISCAL EM SST

VAI AUMENTAR O CUSTO FISCAL EM SST

Uma nova metodologia de cálculo deste FAP diz o seguinte: quanto mais ficar estabelecido que há um nexo entre acidentes e doenças e uma determinada empresa, ela vai pagar mais imposto. Parece ser uma forma de substituir as ações judiciais...

Leia mais

DataShow

SEGURANÇA NO USO DE EMPILHADEIRA
AS 7 PRINCIPAIS CAUSAS DE ACIDENTES NA CONSTRUÇÃO CIVIL
REDE DESENERGIZADA: REGRAS DE OURO
DIFERENÇAS ENTRE PERIGO X RISCO
RISCOS ELÉTRICOS E PROTEÇÃO PARA OS PÉS
CONGRESSO MUNDIAL: PREVENÇÃO DE QUEDAS NA INDÚSTRIA DA CONSTRUÇÃO
10 QUESTÕES SOBRE O USO DO CAPACETE
DIÁLOGOS CRÍTICOS EM SST
USANDO A LUVA DE SEGURANÇA ADEQUADA
ROTEIRO COMPLETO PARA TRABALHO EM ALTURA (NR 35)
INSALUBRIDADE X PERICULOSIDADE: DIFERENÇAS
TÓPICOS SELECIONADOS DE TOXICOLOGIA OCUPACIONAL
RUÍDO E VIBRAÇÃO
CONGRESSO MUNDIAL: PROBLEMAS AUDITIVOS E NÃO AUDITIVOS RELACIONADOS AO RUÍDO
CONGRESSO MUNDIAL: UM JOGO PARA MONITORAR LER-DORT
CONGRESSO MUNDIAL: STRESS NO TRABALHO E ALTA SENSIBILIDADE À PROTEINA C REATIVA
DICAS DE PREVENÇÃO DE ACIDENTES E DOENÇAS NO TRABALHO
AGROTÓXICOS
NEXO TÉCNICO EPIDEMIÓLOGICO PREVIDENCIÁRIO
PRINCÍPIOS EM SAFE DESIGN E AS NRS
IBUTG: ROTEIRO PARA CALCULAR SEM DECORAR
DIFERENÇAS ENTRE ACIDENTE, INCIDENTE, ATO INSEGURO E CONDIÇÕES INSEGURAS NA SEGURANÇA DO TRABALHO
GESTÃO DE RISCOS PARA PREVENÇÃO DE INCÊNDIO E EXPLOSÃO
DIFERENÇA ENTRE UM TRABALHADOR QUALIFICADO, CAPACITADO, HABILITADO, ATUORIZADO E AMBIENTADO
FERRAMENTAS MANUAIS E A SEGURANÇA NO TRABALHO
GESTÃO EM SST NA TERCEIRIZAÇÃO
A GESTÃO DO TEMPO E AS NRS EM SST
PVE - PONTOS DE VERIFICAÇÃO ERGONÔMICA E AS NRs
OS CARD - ORDEM DE SERVIÇO EM SEGURANÇA NO TRABALHO
CONGRESSO MUNDIAL: BRASILEIROS NO CONGRESSO MUNDIAL SST
DIMENSIONAMENTO DA CIPA E DO SESMT COM O NRFACIL
CARTAZES DE SEGURANÇA E AS NRs
CLASSIFICAÇÃO DE NRS