MODELAGEM COMPUTACIONAL APLICADA PARA SEGURANÇA/PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS

Domingo, 27 Março 2016 21:59
Avalie este item
(1 Votar)

A Eng. de Segurança contra Incêndios, ou como ainda algumas pessoas definem, Engenharia de Proteção contra Incêndios, é uma área multi disciplinar na qual você tem conhecimentos da Química, Fisica, Matematica, Eng. Civil, Eng. Mecanica, Eng. Elétrica, Arquitetura, Psicologia entre outros, onde você une esses elementos com a finalidade de desenvolver projetos mais seguros. A idéia primordial é proporcionar a segurança das pessoas e proteção da propriedade. Como diz o termo Engenhar, buscar uma solução ótimizada para garantir esse objetivo, utilizando todo esse conhecimento técnico.

 

Ao longo da semana, o NRFACIL trouxe um artigo com análises
técnicas sobre o acidente ocorrido recentemente na CSN
(Companhia Siderúrgica Nacional)
e também um
Datashow baseado em tradução especializada do site
 
OHS online sobre GESTÃO DE RISCOS
PARA PREVENÇÃO DE INCÊNDIO E EXPLOSÃO
.

Hoje nós vamos acompanhar uma entrevista realizada
com o Professor e Eng. Civil Rodrigo Tavares, sobre 
Modelagem
Computacional Aplicada a Segurança contra 
Incêndios.

 

Modelagem Computacional Aplicada a Segurança contra Incêndios

A Eng. de Segurança contra Incêndios, ou como ainda algumas pessoas definem, Engenharia de Proteção contra Incêndios, é uma área multi disciplinar na qual você tem conhecimentos da Química, Fisica, Matematica, Eng. Civil, Eng. Mecanica, Eng. Elétrica, Arquitetura, Psicologia entre outros, onde você une esses elementos com a finalidade de desenvolver projetos mais seguros. A idéia primordial é proporcionar a segurança das pessoas e proteção da propriedade. Como diz o termo Engenhar, buscar uma solução ótimizada para garantir esse objetivo, utilizando todo esse conhecimento técnico.

É preciso ter conhecimento mecânico dos fluidos, de psicologia para enteder o comportamento humano das pessoas, no caso, ocupantes de uma edificação antes de determinar rotas de fuga, por exemplo, de uma forma muito mais otimizada. Todos esses fatores devem ser levados em consideração, é importante termos tudo isso agregado ao projeto.

 Simulação de uma evacuação de incêndio
através da Modelagem Computacional:

 

 

A Modelagem Computacional Aplicada a Segurança contra Incêndios é uma ferramenta que busca facilitar através de uma metodologia tecnológica avançada. É possível simular com computadores o Incêndio (fire modules), a fumaça, o movimento das pessoas para elaboração de planos de abandono (evacuation modules), entre outros aspectos. Esses mecanismos foram desenvolvidos com o intuito de viabilizar o que chamamos em inglês de Perfomarce Based Solutions (soluções baseadas no desempenho) que são soluções que possibilitam estratégias ou projetos baseados no desempenho (Performance Based Projects)


Normas Prescritivas e Normas Baseadas em desempenho (ouça no podcast comentário sobre o assunto)

Esses documentos, legislações ou normas, como o próprio nome diz, prescrevem medidas que viabilizam trazer condições mínimas de segurança e essas são fundamentadas em acontecimentos do passado. Prescrevem medidas com base no passado. Claramente por assim ser, elas são um pouco menos flexíveis e podem ser um pouco mais onerosas. Já os documentos baseados no desempenho, são documentos que não te prescrevem essas medidas mas estabelecem metas de desempenho. Claramente são documentos mais flexíveis e trazem menos custos porém são um pouco mais complexos pois exigem uma análise um pouco mais detalhada para viabilizar uma solução otimizada e é ai que entra a modelagem computacional, é preciso ter um conhecimento técnico mais apurado. 

Para entendermos melhor, vamos explicar cuidodosamente. As normas de segurança contra incêndio podem ser divididas em duas classes: normas prescritivas e normas baseadas em desempenho. As normas prescritivas são analizadas em ocorrências passadas de sinistros, dizem como fazer para se chegar aos resultados pré-determinados. Por outro lado, as normas baseadas em desempenho estabelecem objetivos de segurança contra incêndio a serem atingidos e permitem que os projetistas e construtores adotem soluções próprias para alcançar os resultados requeridos.

A legislação prescritiva determina a adoção dos requisitos de segurança contra incêndio de forma empírica, com base em sinistros anteriores. Logo, os custos dos projetos tendem a ser maiores e a implementação de soluções tecnologicamente inovadoras dificultada. O avanço da ciência do fogo e da capacidade de processamento dos computadores propiciou a modernização das normas em direção à aplicação de parâmetros de desempenho. Países como Japão, Canadá, Inglaterra, Austrália, Nova Zelândia e outros adotam códigos de incêndios baseados em desempenho. O Brasil, porém, ainda está em fase incipiente e continua adotando normas de cunho prescritivo.

O quadro mostra as vantagens e desvantagens dos dois tipos de normas:


 

 

O  que vem a ser a engenharia de segurança contra incêndios

A Eng. De Segurança contra incêndios ou como ainda algumas pessoas definem, Engenharia de proteção contra incêndios é uma área multi disciplinar na qual você tem conhecimentos da Química, Fisica, Matematica, Eng. Civil, Eng. Mecanica, Eng. Eletrica, Arquitetura e Psicologia entre outras onde você pega esses conhecimentos afim de desenvolver projetos mais seguros onde o objetivo primordial é proporcionar a Segurança das Pessoas e Proteção da propriedade. Como diz o termo Engenhar, buscar uma solução ótima para proporcionar a segurança das pessoas utilizando todo esse conhecimento técnico.

É preciso ter conhecimento mecânico dos fluidos, de psicologia para enteder o comportamento humano das pessoas, no caso, ocupantes de uma edificação para entender as rotas de fuga de uma forma muito mais otimizada. Todos esses fatores devem ser levados em consideração, é importante termos tudo isso agregado ao projeto.

A Modelagem Computacional Aplicada a Eng. De Seg. contra Incendios é uma ferramenta que busca facilitar. É possível simular com computadores o Incêndio (fire modules), a fumaça, o movimento das pessoas para planos de abandono (evacuation modules). Esses mecanismos oram desenvolvidos com o intuito de viabilizar o que chamamos em inglês de Perfomarce Based Solutions (soluções baseadas no desempenho) que são soluções que possibilitam estratégias, projetos (performance based projects), baseados no desempenho.








Visite o site http://www.rmt-fire-crowd-safety.com/ para maiores informações

Lido 912 vezes Última modificação em Domingo, 03 Abril 2016 11:11

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Redator

TIPOS DE EXTINTORES DE INCÊNDIO
E-BOOK PARA EXTINTORES DE INCÊNDIO
NR-23: O QUE VOCÊ PRECISA SABER
(NRS 10, 12, 18, 31 E 33) ATMOSFERAS EXPLOSIVAS
NR-35: TREINAMENTO TEÓRICO E PRÁTICO
GUIA DE ANÁLISES ACIDENTE DE TRABALHO
INFORMAÇÕES BÁSICAS SOBRE CORDAS DE SEGURANÇA
SEGURANÇA E UTILIZAÇÃO DE ABRASIVOS
O QUE VOCÊ ESPERA DA EMPRESA?
NR-20: AS 3 CLASSES DE INSTALAÇÕES
ABC DO TRABALHO EM EMBARCAÇÕES
MOTOBOY: CARTILHA PARA PREVENÇÃO DE ACIDENTES NO TRANSITO
GLOSSÁRIO DO INCÊNDIO
SALÁRIO DOS TÉCNICOS DE SEGURANÇA: VEJA PORQUE É BAIXO
(NR-35) 10 ELEMENTOS BÁSICOS EM PROTEÇÃO DE QUEDAS
50 TONS DE SEGURANÇA NO TRABALHO
CONFIRA AS PRINCIPAIS DÚVIDAS E RESPOSTAS SOBRE A NR-17
SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHADOR (SST) NAS SUBCONTRATAÇÕES: QUESTÕES ATUAIS
SEGURANÇA NA UTILIZAÇÃO DE ANDAIMES
CARTILHA PARA SEGURANÇA NO CANTEIRO DE OBRAS
O STRESS DO EPI
O QUE FAZER NO LOCAL APÓS UM ACIDENTE DE TRABALHO?
O PERIGO DO AMIANTO
LOBBY DO AMIANTO GASTA US$ 100 MILHÕES NO MUNDO
AMIANTO: PERGUNTAS E RESPOSTAS
RUÍDO AERONÁUTICO: IMPACTOS E PERSPECTIVAS ATUAIS
RUÍDO SOMADO À EXPOSIÇÃO A PRODUTOS QUÍMICOS PODE CAUSAR DANOS DEVASTADORES A AUDIÇÃO
CALOR EM AMBIENTE EXTERNO É INSALUBRE?
5 RECOMENDAÇÕES PARA QUEM TRABALHA EM PÉ
BERNARDINO RAMAZZINI - AS DOENÇAS DOS TRABALHADORES (2016)
(NR-9) NÍVEL DE AÇÃO: DEIXANDO SEU PPRA A PROVA DE BALA
OS 10 MANDAMENTOS DO SOCORRISTA
DECAPAGEM QUÍMICA
PROBLEMAS LIGADOS AO ÁLCOOL E AS DROGAS NA SEGURANÇA NO TRABALHO
PONTOS DE VERIFICAÇÃO ERGONÔMICA NA AGRICULTURA
CARTILHA LER-DORT
PREVENÇÃO DE EXPOSIÇÃO AO BENZENO NO BRASIL
DOCUMENTOS MÍNIMOS PARA ATENDIMENTO À NR-12
A BASE DE CÁLCULO DO ADICIONAL DE INSALUBRIDADE
INSALUBRIDADE E PERICULOSIDADE: PERGUNTAS E RESPOSTAS
COMO CALCULAR ADICIONAL DE INSALUBRIDADE
PARA NÃO ESQUECER: 9 MOTIVOS PARA VOCÊ SE PREOCUPAR COM A NOVA LEI DA TERCEIRIZAÇÃO
TRABALHO AEROPORTUÁRIO E PERICULOSIDADE
CÓDIGO DE ÉTICA DOS TÉCNICOS DE SEGURANÇA DO TRABALHO
Monografia: O DIREITO À PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE DO TRABALHO PORTUÁRIO
INSS: DIREITO DE REGRESSO EM AÇÕES ACIDENTÁRIAS
(NR-5 CIPA) CULPA E RISCO EM ACIDENTE DE TRABALHO
ANÁLISE DE ACIDENTES: O FIM DA CAT?
ANÁLISE DOS SINAIS PRECURSORES DO ACIDENTE DA P-34
DA MEDICINA DO TRABALHO À SAÚDE DO TRABALHADOR
MÉTODO HRN (HAZARD RATING NUMBER) NA NR-12
VEJA COMO ATUALIZAR SEU SOFTWARE
15 DICAS QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE LINHAS DE VIDA
AFINAL, O QUE É TESTE CARGA?
AFINAL, PODE OU NÃO ILUMINÂNCIA NO PPRA?
SESMT: PERGUNTAS E RESPOSTAS (MTE - 2016)
PROTOCOLO DE SEGURANÇA NO TRABALHO NAS OBRAS DAS OLIMPÍADAS RIO 2016
E-SOCIAL: UMA NOVA ERA NAS RELAÇÕES ENTRE EMPREGADORES, EMPREGADOS E GOVERNO (POR FELIPE COSTA, TST)
MODELAGEM COMPUTACIONAL APLICADA PARA SEGURANÇA/PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIOS
TIPOS DE FERRAMENTAS MANUAIS
MTE: ESTRATÉGIA NACIONAL PARA REDUÇÃO DE ACIDENTES NO TRABALHO 2015-2016
GESTÃO DA SEGURANÇA E SAÚDE DO TRABALHADOR
UTILIZANDO UMA MATRIZ DE RISCO
GESTÃO DE RISCO NA CONSTRUÇÃO CIVIL
A GESTÃO ESTRATÉGICA DA INFORMAÇÃO DE SAÚDE DO TRABALHADOR

Assine já e participe 

dos nossos grupos 

no Whats App!

Conheça profissionais 

de todo Brasil e tire

suas dúvidas!